fbpx

Samoieda: Tudo que você precisa saber sobre essa raça de cães!

Os cães da raça Samoieda estão ganhando cada vez mais popularidade no Brasil. É uma raça que chama atenção por causa da sua pelagem completamente branca, e pelas características de um “lobinho” ou de um cachorro de neve, algo mais raro de se ver no Brasil. São animais incríveis para quem procura um pet companheiro e dócil. Além de ser adorável, o Samoieda chama a atenção das pessoas pela sua beleza extravagante e pela sua pelagem densa e muito macia. Veja a seguir tudo que você precisa saber sobre essa raça incrível!


Características Físicas do Samoieda

O Samoieda é uma raça do tipo Spitz, com as típicas características de orelhas pontudas e cauda enrolada e pelagem densa. Suas patas tem um formato mais plano com uma abundância de pêlos entre os dedos e almofadas, algo adaptado para a neve.


Pelagem do Samoieda

Os Samoiedas possuem uma pelagem bonita, brilhante, volumosa e dupla.  A pelagem dupla é formada por pelos e sub-pelos. Os pelos são compridos e grossos para proteger a pele dos raios solares, enquanto os subpelos são curtos e densos para manter a temperatura corporal do animal normalizada. A combinação das duas pelagens proporciona muita maciez, sendo uma característica muito admirada pelos tutores.

A maioria das pelagens dos Samoiedas são de coloração branca, mas também é possível encontrar cães na cor creme.


Tamanho de um Samoieda

Apesar de ser forte e parecer grande por conta da pelagem volumosa, o Samoieda é um cão de porte médio. Segundo os padrões raça, o tamanho dos machos deve ser de 54-60 centímetros. As fêmeas possuem um tamanho menor, podendo variar de 50-56 centímetros.


Qual é o peso ideal para um Samoieda?

O peso ideal para o Samoieda está entre 20-30kg. Entretanto, esses valores podem variar de acordo com o sexo do animal, o nível de atividade física praticada diariamente e o tipo de alimentação oferecida.


Qual é a expectativa de vida de um Samoieda?

A literatura diz que a média de vida dos Samoiedas é de 12 anos. Muitos fatores são decisivos para aumentar a expectativa dos cães. É fundamental saber detalhadamente qual é o histórico dos progenitores antes de adquirir um exemplar de Samoieda. Essas informações são importantes para identificar se há a possibilidade do animal herdar alguma doença genética. Caso exista essa possibilidade, é possível exercer tratamentos preventivos a fim de minimizar os danos que uma patologia pode causar futuramente. Outras medidas que influenciam a longevidade dos animais é seguir corretamente o protocolo vacinal, passar por consultas de check up a cada seis meses, oferecer uma boa alimentação e praticar atividades físicas diariamente. Converse com o profissional que te atende no Hospital Veterinário Rebouças 24h, sobre o melhor esquema de acompanhamento de seu Samoieda.


Nível de atividade física do Samoieda

Pelo fato de trabalharem muito no passado, os Samoiedas necessitam de atividades físicas constantes no seu cotidiano para conseguir gastar toda a energia que eles foram acostumados desde sempre a utilizar.  Sendo assim, é fundamental realizar práticas esportivas ao ar livre e proporcionar algumas brincadeiras que estimulem o seu comportamento natural (farejar, procurar, etc.).

Caso você não tenha tempo para atender essas necessidades do animal, é indicado procurar alguns serviços, como de dogwalker ou daycare. Assim, você pode evitar possíveis problemas comportamentais (latidos excessivos, bagunças pela casa, ansiedade, etc.) e ter uma boa relação com o seu pet.


Como é o comportamento do Samoieda?

É uma raça inteligente e mansa, mesmo tendo o histórico de cão de guarda. Os Samoiedas se dão bem com todo mundo e, por esse motivo, podem viver tranquilamente com crianças e idosos.


A História do Samoieda

O início da história dos Samoiedas está ligada a Sibéria. Esses cães receberam esse nome por conviverem por um longo período com os Samoyeds, um povo semi-nômade que vivia na Ásia. Para sobreviver, os Samoyeds precisavam dos cães para exercer diversas atividades cotidianas, como caçar renas e proteger seus acampamentos. É válido dizer que as renas possuíam grande valor naquela época, pois eram fontes de alimento e de peles, que eram utilizadas confeccionar as roupas que aqueciam as pessoas naquele frio intenso.  Além de realizar funções importantes do dia-a-dia, os Samoiedas também eram fundamentais para o deslocamento do povo semi-nômade por conta do seu porte físico, capaz de carregar cargas com o dobro do seu peso corporal.

Após muitos anos, os Samoiedas começaram a ser selecionados e treinados para realizar o pastoreio dos rebanhos de renas, até que foram levados para a Inglaterra no final do século XVIII. A ideia era apresentar alguns exemplares para os componentes da alta corte inglesa, conhecidos por gostarem muito de cães diferentes e exóticos. Em pouco tempo a raça conquistou os ingleses com a sua pelagem macia, sua força física e resistência.


Curiosidades interessantes sobre o Samoieda

  1. Os Samoiedas possuem características físicas muito semelhantes aos cães raça Akita. Por esse motivo, são facilmente confundidos pelas pessoas.
  2. Outra característica física que chama a atenção é o “sorriso” do Samoieda. Os cantos da sua boca são curvados para cima dão essa impressão. Acredita-se que a função dessa curvatura é evitar a formação de cristais de gelo quando o cão baba.
  3. Em 1911, Roald Amundsen levou alguns Samoiedas para acompanha-lo na sua viagem ao Polo Sul no ano de 1911. O norueguês era famoso pelas grandes aventuras em lugares frios e foi o primeiro ser humano à chegar até este polo geográfico da Terra.