fbpx

Doação de sangue animal: cães e gatos podem salvar a vida de outros pets

Por 23/04/2021Blog
doação de sangue animal no hospital 24 horas veterinário

É muito comum ouvirmos sobre doação de sangue entre pessoas, mas muito raramente se escuta falar sobre doação de sangue animal. Portanto, se você deseja saber mais sobre o assunto para melhor cuidar de seu pet, continue acompanhando este artigo!

Quais são os critérios para a doação de sangue animal?

Caso você tenha um cão e deseje que ele doe sangue para outro pet, é necessário que ele tenha entre 1 a 8 anos, pese mais de 27 kg, esteja sadio, com as vacinações e vermifugações em dia, nunca tenha recebido uma transfusão de sangue e seja tranquilo. Além disso, caso o cão seja fêmea e esteja em período gestacional, não é permitida a doação.

Para os felinos, valem as mesmas recomendações, exceto quanto a idade e peso, que devem ser, respectivamente, entre 1 a 7 anos e mais de 4 kg.

Como ocorre o procedimento de doação?

Antes de doar sangue, o animal precisa realizar uma série de exames que atestem a sua saúde. No caso dos cães, é necessário realizar:

  • Hemograma completo;
  • Leishmaniose;
  • Função renal;
  • Ehrlichia canis;
  • Dirofilariose;
  • Lyme;
  • Brucelose.

Quanto aos gatos, é preciso realizar os seguintes exames de sangue:

  • Hemograma completo;
  • Sorologia para FIV (imunodeficiência viral felina);
  • Função renal;
  • PCR Mycoplasma;
  • Sorologia para FeLV (leucemia viral felina).

Caso o animal de estimação esteja saudável, ele poderá doar sangue. Para isso, é exigido que o bichinho faça jejum por cinco horas antes de realizar a doação.

O sangue é coletado por meio da veia jugular do animal, a qual fica localizada no pescoço e tem sua distensão provocada pelo volume de repleção e pressão ocorridos do lado direito do coração.

Enquanto a transfusão de sangue ocorre, o que dura aproximadamente 15 minutos, o pet fica deitado. Durante esse período de tempo, é recomendado que o tutor esteja presente para manter o animal calmo.

Caso seja necessário, pode ser aplicado um sedativo bem leve, mas o recomendado é que o animal seja tranquilo, de modo que ele não se mova enquanto ocorre a transfusão.

A quantidade de sangue que pode ser doada é de 16 ml por quilo em cães e 13 ml por quilo em gatos. Vale destacar que a doação pode se repetir após três meses.

As vantagens de ter um animal doador

A principal vantagem do pet doar sangue é que ele realiza um check-up completo gratuito para atestar a sua boa saúde. Sendo assim, além de salvar a vida de outro animal, o candidato a doação pode identificar precocemente algum problema de saúde que apresente sintomas discretos ou nenhum sintoma aparente e, assim, tratar-se.

A importância dos pets doarem sangue

O ato de doar sangue, que dura apenas 15 minutinhos, é capaz de salvar a vida de outro bichinho de estimação e devolver paz e alegria para a família que cuida dele, sendo um grande gesto de compaixão pelo próximo.

Entre os problemas que seu pet pode ajudar a tratar ao doar sangue, podemos destacar:

  • Acidentes de trânsito;
  • Ataque por animais peçonhentos;
  • Intoxicações;
  • Doenças transmitidas por carrapatos;
  • Pancreatite;
  • Insuficiência renal;
  • Distúrbios na coagulação sanguínea.

A importância de contar com um hospital veterinário 24 horas

Além da doação de sangue animal, para tratar um pet que apresente algum dos problemas de saúde mencionados acima, é necessário que o tutor o encaminhe para um hospital 24 horas veterinário que tenha profissionais altamente qualificados e excelente infraestrutura para fornecer todo o cuidado que o seu bichinho necessita.

Sendo assim, caso você precise levar seu animal de estimação ao hospital para tratar alguma doença que necessite de transfusão de sangue, conte com o Hospital Veterinário Rebouças, pois possuímos contato com diversos bancos de sangue, o que facilita a procura pelo tipo sanguíneo adequado ao seu pet.

Deixe um comentário