fbpx
Category

Blog

4 Benefícios da castração!

Por | Blog | No Comments

A castração é um procedimento cirúrgico bastante conhecido entre os tutores de pet. Esse procedimento é muito importante para evitar que os animais se reproduzem. Entretanto, existem outros benefícios interessantes. Confira a seguir os 4 benefícios da castração que preparamos para você!

➡A castração pode ajudar a diminuir comportamentos agressivos e reduzir os risco de fugas do animal, concomitantemente também evitando que o pet se machuque em brigas com outros animais ou ao tentar escapar de casa.

➡Ajuda na prevenção de diversas doenças em fêmeas, como piometra, gravidez psicológica, tumores de mama, tumores no ovário ou útero.

➡Nos machos, a castração previne o surgimento de tumores nos testículos e o aumento da próstata, que pode interferir na defecação e micção do animal.

➡Logo, a castração, quando realizada corretamente e no período ideal, traz muitos benefícios e garante melhor qualidade de vida ao animal.

➡Procure um Médico Veterinário do nosso Hovet para garantir a saúde e conforto do seu pet!

 

Caso você queira saber mais sobre a castração em pets, consulte um Médico Veterinário do nosso Hovet para o devido diagnóstico e tratamento! Estamos em uma nova instalação (com sala de espera e de atendimento específicas para gatos), mais moderna e aconchegante em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

Peritonite Infecciosa Felina: Conheça essa doença perigosa!

Por | Blog | No Comments

A Peritonite Infecciosa Felina, ou PIF é uma doença infecciosa causada por um Coronavírus que acomete os gatos!

Apesar do tipo de vírus ser semelhante ao COVID-19, essa doença não acomete seres humanos. No entanto, pode ser extremamente grave para seu gato, causando danos ao sistema digestivo dos felinos, podendo levar até à óbito!

Tipos de Peritonite Infecciosa Felina

Existem dois tipos de PIF, a úmida e a seca:

A Peritonite infecciosa úmida, que é quando ocorre o acúmulo de líquido no peritônio do pet e a Peritonite infecciosa seca, que é quando ocorre o crescimento de nódulos nos órgãos interiores.

Sintomas da Peritonite Infecciosa Felina

Os principais sintomas  da PIF são: febre, apatia, perda de peso, vômitos e diarreia.

Existe tratamento para a Peritonite Infecciosa Felina?

A PIF não possui um tratamento específico e pode ser fatal, sendo a prevenção a melhor maneira de proteger seu felino.

Transmissão da Peritonite Infecciosa Felina

A doença é transmitida pelo contato com fezes, urina e secreções de animais infectados, logo, evite que seu gato tenha acesso à rua e evite que tenha contato com gatos desconhecidos.

Caso você identifique qualquer sintoma característico da doença, consulte um Médico Veterinário do nosso Hovet para o devido diagnóstico e tratamento! Estamos em uma nova instalação (com sala de espera e de atendimento específicas para gatos), mais moderna e aconchegante em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

Como aumentar o consumo de água do meu gato?

Por | Blog | No Comments

Todo mundo que tem um gato sabe que eles não costumam beber muita água, não é mesmo? Aumentar o consumo de água do seu gato sempre foi um desafio para os tutores dos felinos. Mas, você sabe por que realmente é importante estimular o consumo de água dos gatos? Descubra os reais motivos a seguir!

Por conta de seus ancestrais virem de regiões desérticas, os gatos naturalmente bebem pouca quantidade de água. Eles são animais mais suscetíveis à desidratação e há diversas doenças que podem ser amenizadas com o maior consumo de água, como doença renal crônica, diabetes mellitus ou constipação.

Portanto, é  muito importante que o tutor observe quantas vezes o seu pet vai até o bebedouro e busque maneiras de aumentar a quantidade de água que o felino consome, caso o consumo seja baixo. Se for necessário, ofereça alimento úmido com maior frequência, como patês e sachês, ou adicione um pouco de água à ração seca do pet.

Além disso, investir em bebedouros para gatos – com água “corrente”, e manter o pote de água em um local tranquilo e sem barulhos que incomodam o felino também são excelentes opções. Os bebedouros “simulam” o habitat natural dos felinos por manter a água sempre corrente. A água em movimento é um grande estímulo para que o animal vá até o bebdouro e, consequentemente, consuma mais água.

Consulte um Médico Veterinário do nosso Hovet para saber mais sobre a hidratação do seu felino ou como aumentar o consumo de água do seu gato. Assim, você garante conforto e qualidade de vida para seu melhor amigo!

Estamos em uma nova instalação (com sala de espera e de atendimento específicas para gatos), mais moderna e aconchegante em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

 

Principais problemas de saúde de cães de grande porte

Por | Blog | No Comments

Raças consideradas de porte grande – como Rottweiller, Pastor Alemão e Golden Retriever – são predispostas a apresentarem alguns problemas de saúde específicos.

Por conta principalmente do rápido crescimento e do peso do animal, cães de grande porte comumente apresentam problemas ósseos e articulares como a displasia de quadril, displasia do cotovelo, artrites e artroses e osteossarcoma. Os principais sintomas que o animal pode apresentar são dor ao tocar no membro afetado e ao caminhar e claudicação (manqueira).

Algo também mais frequente nesses cães é a torção gástrica, que ocorre principalmente quando o animal realiza exercícios físicos logo após ingerir uma quantidade excessiva de alimento. A torção pode impedir a circulação sanguínea na região e causar sérias alterações no organismo do pet, podendo até levar o animal a óbito. Os principais sintomas são forte dor abdominal, dificuldade de respirar, gengivas pálidas e aumento de volume repentino no abdômen.

Manter uma dieta balanceada e uma quantidade adequada de exercícios físicos podem auxiliar na prevenção e controle de sintomas que possam trazer desconforto e interferir na qualidade de vida do pet.

No entanto, o surgimento desses problemas de saúde podem ser reduzidos ou prevenidos principalmente com visitas regulares ao Médico Veterinário. É importante que o tutor realize check-ups regulares desde os primeiros meses de vida do cão, assim permitindo a detecção de alterações antes de afetarem a saúde e conforto do pet, além de seguir as orientações dadas pelo profissional sobre os cuidados corretos.

Consulte um Médico Veterinário do nosso Hovet para saber mais sobre os cuidados com cães de porte grande e gigante, assim garantindo conforto e qualidade de vida para seu melhor amigo!

Estamos em uma nova instalação, mais moderna e aconchegante em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

Novembro Azul Pet – Câncer de próstata

Por | Blog | No Comments

Novembro é o mês dedicado à prevenção ao câncer de próstata. Muito importante nos humanos, o câncer e outras afecções na próstata também existem nos cães e possuem a mesma relevância!

O objetivo desse mês é conscientizar os tutores sobre a importância de prevenir o câncer de próstata, que tende a ser mais comum em cães não castrados e idosos. Prevenindo, você garante maior qualidade de vida e bem-estar para o seu melhor amigo.

A doença mais comum na próstata é a hiperplasia prostática benigna (HPB) que, apesar de não ser maligno, causa o crescimento da próstata e pode afetar a micção e defecação do animal.

Os sintomas de afecções na próstata variam de dificuldade ao defecar e urinar à presença de sangue na urina.

Como tratamento para a HPB, assim como o melhor método de prevenção para esses dois problemas, indica-se a castração do animal!

Não deixe de conferir os nossos Planos de Saúde Preventiva: p1.pagewiz.net/plano-preventivo-hovet-reboucas

Visite nosso Hospital Veterinário Rebouças para saber mais sobre como proteger seu melhor amigo!

Tudo sobre a raça Terra Nova!

Por | Blog | No Comments

O Terra Nova é uma raça bastante interessante, pois chama muita atenção das pessoas pelo seu tamanho e pela sua linda pelagem. Veja nesse texto tudo que você precisa saber sobre essa raça incrível!

História e Curiosidades:

Também chamado de Newfoundland, é conhecido por seu grande tamanho. Suas origens não são claras, havendo várias teorias. O que se sabe é que, inicialmente, eram usados como cães de trabalho, ajudando pescadores a puxar redes e lenhadores a puxar madeiras em Newfoundland, Canadá. Em 1780, a raça quase foi extinta graças a uma lei que exigia impostos para as famílias canadenses que tivessem cães. A raça se popularizou pelas pinturas de Sir Edwin Landseer, que adorava incluir os Terra Novas em suas obras.

Comportamento do Terra Nova:

Apesar do tamanho intimidador, são cães extremamente amigáveis e amorosos com a família, não gostando de ficar muito tempo sozinhos. São gentis e protetores e amam crianças, sendo muitas vezes chamados de “cães-babá”. Excelentes nadadores, muitos Newfoundlands já participaram de resgates aquáticos heróicos. Por seu tamanho, vivem melhor em casas grandes e com quintais espaçosos e precisam de exercícios diários.

Tamanho do Terra Nova:

Considerados de porte gigante, pesam de 45 a 68 kg e medem de 64 a 76 cm de altura.

Pelagem do Terra Nova:

A pelagem do Terra Nova é lisa, de dupla camada e resistente à água. Há a queda moderada de pelos, sendo mais intensa após as épocas mais quentes do ano. Há uma grande variedade de cores, como preto, castanho, acinzentado ou branco com manchas pretas. Para garantir uma pelagem bonita, recomenda-se a escovação 2 a 3 vezes por semana.

Cuidados com o Terra Nova:

Atente-se a problemas de saúde como displasia do quadril e cotovelo, hipoadrenocorticismo, catarata e prolapso da glândula da 3ª pálpebra. Raças gigantes crescem muito em pouco tempo, sendo importante oferecer uma dieta adequada ao seu filhote. Caso tenha alguma dúvida, consulte um Médico Veterinário do nosso Hovet para garantir o melhor para seu Terra Nova.

Se você está pensando em adquirir um Terra Nova ou quer apenas conhecer mais sobre a raça, procure um Médico Veterinário do Hospital Veterinário Rebouças! Contamos com uma equipe experiente e atualizada para te ajudar a escolher a melhor raça de cão para que você e sua família tenham uma ótima experiência.

Agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

🔎Fonte: DogTime, American Kennel Club

Outubro Rosa – Conheça o câncer de mama e proteja sua melhor amiga!

Por | Blog | No Comments

O mês de outubro é conhecido por ser o mês do combate e prevenção do câncer de mama, o chamado Outubro Rosa. Assim como acontece com as mulheres, as cadelas e gatas também podem apresentar tumores nas mamas, o que interfere diretamente na saúde e na qualidade de vida dos pets portadores dessa doença. Veja nesse texto as principais informações que você precisa saber para entender melhor o câncer de mama e proteger a sua melhor amiga!

O tumor nas mamas está entre os mais frequentes nas cadelas e gatas, quando comparados com outros tipos de neoplasia. Por esse motivo, campanhas como a do outubro rosa são muito importantes para conscientizar os tutores. Todos devem ficar atentos aos possíveis sinais indicativos de câncer de mama e prevenir esta doença através de algumas medidas importantes que vamos mostrar a seguir.

Como prevenir o câncer de mama?

A principal maneira de prevenir o tumor de mama e a mais recomendada pelos Médicos Veterinários é a castração, pois a influência hormonal é um dos fatores de risco mais relevantes para o aparecimento da doença!

Ao castrar o animal quando ele ainda é jovem, reduzimos consideravelmente a chance de ele desenvolver o câncer de mama quando estiver com a idade mais avançada, justamente por diminuir a influência hormonal desde cedo. Sendo assim, a idade mais indicada para castrar a sua fêmea é entre o primeiro e o segundo cio (ciclo estral).

Além dos fatores genéticos e hormonais, os tutores também devem ficar atentos com a dieta oferecida e com problemas de obesidade. Esses dois fatores também estão associados com o desenvolvimento de tumores mamários.

Realizar Check-Ups e exames de rotina também são fundamentais para garantir que não há nenhum problema de saúde com o seu pet. É recomendado que o seu pet visite um veterinário do Hospital Veterinário Rebouças pelo menos duas vezes ao ano para proporcionar qualidade de vida e bem-estar, além de evitar preocupações futuras. Aqui nós possuímos uma estrutura completa para realizar diversos tipos de exames, como os bioquímicos e de imagem.

Recentemente lançamos o Plano de Saúde Preventiva, que é um pacote de serviços completo com diversos benefícios para você cuidar preventivamente da saúde da sua melhor amiga, sendo ela cadela ou gata. Acesse o link para saber mais e escolher o plano que melhor atende as suas necessidades: p1.pagewiz.net/plano-preventivo-hovet-reboucas.

Tratamento

Quando diagnosticado, o tratamento mais indicado é o cirúrgico, através da retirada dos tumores. Dependendo da gravidade, é recomendado realizar quimioterapia e alguns tratamentos complementares para melhorar o prognóstico e aumentar a expectativa de vida do animal.

Também há a possibilidade de implementar uma radioterapia e até mesmo a prática de acupuntura, que ajuda na redução da dor para que o paciente consiga encarar de forma mais tranquila o tratamento convencional.

Aqui no Hospital Veterinário Rebouças nós contamos com profissionais experientes e atualizados, além de diversas especialidades para garantir que o seu pet estará em boas mãos. Se você tiver alguma dúvida sobre o câncer de mama em cadelas e gatas, entre em contato com a nossa equipe, estaremos prontos para te atender.

Agora estamos em um novo endereço: Av. Rebouças, nº 1615.

Conheça a rinotraqueíte felina e proteja seu amigo!

Por | Blog | No Comments

O QUE É A RINOTRAQUEÍTE FELINA?

A Rinotraqueíte Felina é uma doença infecciosa causada pelo herpesvírus felino e acomete o trato respiratório superior dos gatos. A incidência é maior em períodos mais frios do ano e em animais domésticos. Assim como acontece com os humanos, as temperaturas mais baixas diminuem a eficiência do sistema imunológico dos animais, favorecendo a ativação do vírus em animais portadores.

Apesar de não ser uma doença grave inicialmente, é importante tomar os devidos cuidados ao identificar qualquer manifestação clínica, a fim de porporcionar maior qualidade de vida ao gato e evitar maiores problemas. Veja a seguir os principais sintomas.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS SINTOMAS DA RINOTRAQUEÍTE FELINA?

Os principais sintomas dessa doença nos gatos são:

  • Espirros
  • Secreção nasal
  • Febre
  • Apatia

COMO TRATAR A RINOTRAQUEÍTE FELINA?

A recuperação total acontece quando há o encerramento do ciclo do vírus. Entretanto, é possível administrar alguns medicamentos para tratar os sintomas para proporcionar maior conforto ao seu gato. Lembre-se de que não é recomendado medicar o seu pet por conta prórpia, procure sempre um Médico Veterinário do nosso Hospital para tratar corretamete e evitar outros danos à saúde.

COMO PREVENIR A RINOTRAQUEÍTE FELINA?

Apesar de possuir tratamento, a melhor maneira de lidar com a rinotraqueíte felina é por meio da prevenção. Veja abaixo os cuidados que podem ser tomados para evitar que essa doença não afete o seu melhor amigo:

Vacina Polivalente

A vacina polivalente, também conhecida como V3, V4 ou V5, para felinos, deve ser administrada anualmente e protege contra as principais doenças infecciosas que acometem o gato, incluindo a rinotraqueíte felina!

Check-UP

Os Check-Ups são fundamentais para garantir que a saúde do seu pet está em dia. Procure um Médico Veterinário do nosso Hovet para avaliar se todas as vacinas essenciais estão em dia!

Evitar contactantes

Veja se algum outro animal do convívio apresenta os sintomas citado acima. Caso você identifique algum desses sintomas, separe os animais saúdáveis daqueles que estão com sinais clínicos da Rinotraqueíte Felina até a recuperaçã total dos pets.

Como podemos te ajudar

Ao realizar uma visita a um Médico Veterinário do nosso Hospital Veterinário, você tem o acesso a uma estrutura completa e moderna, somatizada a experiência e a qualidade da nossa equipe de veterinários!

Venha nos conhecer, agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

Cuidados com pets idosos!

Por | Blog | No Comments

Você possui um animal idoso? Confira os cuidados essenciais que devem ser tomados com o seu melhor amigo para proporcionar uma vida mais longa e saudável!

O número de pets idosos continua crescendo

Com o avanço da Medicina Veterinária, os pets estão vivendo cada vez mais e, consequentemente, o número de pets idosos está cada vez maior. Durante essa fase da vida, o pet passará por muitas mudanças físicas e comportamentais e é importante que o tutor saiba como melhor atender aos cuidados necessários.

Principais cuidados necessários 

Com o tempo, é comum que os animais desenvolvam problemas articulares como artrose. Logo, é importante que a intensidade dos exercícios realizados seja reduzida para não causar dor e desconforto no animal.

1) Vistas ao veterinário

Animais idosos são mais predispostos a desenvolver diversas doenças degenerativas, sendo importante aumentar a frequência de visitas ao veterinário.

2) Check Ups

Recomenda-se que o tutor leve o pet para check ups a cada 6 meses para garantir o diagnóstico precoce de possíveis alterações, assim aumentando a efetividade do tratamento e impedindo o desenvolvimento de sintomas mais graves.

3) Saúde cognitiva

A saúde cognitiva do pet pode ser comprometida com a idade, logo, também é importante que o tutor mantenha uma rotina consistente, evite mudanças no ambiente em que o animal vive, estimule brincadeiras e tenha muita paciência com o pet.

Realizando todos esses cuidados necessários, é possível proporcionar uma vida longa, confortável e feliz para seu melhor amigo!

Como podemos te ajudar

Ao realizar uma visita a um Médico Veterinário do nosso Hospital Veterinário, você tem o acesso a uma estrutura completa e moderna, somatizada a experiência e a qualidade da nossa equipe de veterinários!

Venha nos conhecer, agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

A Síndrome do braquicefálico

Por | Blog | No Comments

O QUE É A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO

A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO engloba diversas alterações congênitas que comprometem o sistema respiratório dos pets braquicefálicos.

PRINCIPAIS RAÇAS ACOMETIDAS

Os braquicefálicos são caracterizados por possuírem seus focinhos achatados, sendo alguns exemplos as raças Pug, Shih-Tzu e Buldogues.

O QUE CAUSA A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO

As principais alterações estão nas estruturas do trato respiratório: as narinas são estreitas, há um prolongamento do palato mole e a traqueia possui tamanho reduzido. Essas alterações reduzem a passagem de ar pelas vias respiratórias, comprometendo a respiração do cão, o que pode causar a má oxigenação dos tecidos e o sufocamento do animal.

TRATAMENTO

O tratamento varia de acordo com o grau das alterações, muitas vezes sendo cirúrgico.

Caso possua um cão braquicefálico e suspeite de que ele possa apresentar as alterações citadas, consulte um médico veterinário do nosso Hovet para a realização do diagnóstico e tratamento adequados.

Conte com a gente para garantir o conforto e saúde do seu pet! Agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.