fbpx
All Posts By

admin

Chocolate faz mal para cachorro? Sim. Conheça a Teobromina

By | Cuidados | No Comments

Você já deve ter ouvido por aí a história de que chocolate faz mal para cachorro, certo? E é verdade.

Como o chocolate faz mal para cachorro?

A explicação é simples. Você conhece ou já ouviu falar da teobromina? Não? Tudo bem, nós explicamos.

O que é a teobromina?

A teobromina é uma substância presente no cacau, que pode intoxicar o animal dependendo da quantidade ingerida. Estudos indicam que para um cão se intoxicar com chocolate, é preciso consumir cerca de 100-150mg/kg de teobromina, mas essa quantia pode variar de acordo com cada organismo. A teobromina está em maiores quantidades nos chocolates com altas concentrações de cacau, como os meio-amargos e extra-amargos. Sendo assim, os chocolates considerados mais “puros” são os que oferecem maiores riscos ao seu melhor amigo.

Chocolate faz mal para cachorro.

Chocolate faz mal para cachorro.
Foto: rover.com

Por que o chocolate faz mal para cachorro?

O chocolate faz mal para cachorro devido aos ingredientes que fazem parte da sua composição. A teobromina é o componente mais conhecido quando falamos da ingestão de chocolate por animais de estimação, justamente por causar a intoxicação. Entretanto, existem outras substâncias que também fazem muito mal ao organismo dos animais, como a cafeína e as altas quantidades de lipídios (gordura) e carboidratos (açúcar).

Quais os sintomas de uma intoxicação por chocolate em cães?

Os sintomas de uma intoxicação por chocolate em cães variam de acordo com a quantidade ingerida de teobromina. As alterações podem surgir dentro de 6 a 12 horas após a ingestão e podem durar até três dias. Em situações menos graves é possível observar vômitos, diarreias, excitação, febre (hipertermia), aumento do consumo de água (polidipsia) e aumento do volume de urina (poliúria). Já em casos mais graves, podemos notar taquicardia (aumento da frequência cardíaca) ou bradicardia (diminuição da frequência cardíaca), respiração acelerada (taquipneia), tremores e até convulsões. Dependendo da situação, a intoxicação pode levar o animal ao coma e à morte.

Qual tipo de chocolate faz mal para cachorro?

Conforme falamos acima, quanto mais escuro e amargo for o chocolate é pior, pois contém maior quantidade de Teobromina. Porém, isso não significa que chocolate branco não faz mal para a saúde do cachorro. O consumo de chocolate branco para cachorros também não é recomendado devido a grande quantidade de gordura e carboidrato. Mesmo não sendo tão perigoso quanto o chocolate escuro, o chocolate branco também pode causar problemas ao seu pet.

Chocolate para cachorro é proibido?

Dependendo do chocolate, não. Hoje em dia é possível encontrar chocolates próprios para cachorros nos pet shops. Esses chocolates não possuem ingredientes tóxicos para os cães e as quantidades de gordura e carboidrato são menores do que os chocolates feitos para consumo humano. Mesmo sendo para consumo animal, cuidado para não oferecer em excesso. Esse tipo de chocolate funciona com um petisco, sendo recomendado para agradar o seu melhor amigo ou recompensar boas atitudes.

Meu cachorro comeu chocolate. O que fazer?

Primeiramente é importante identificar qual foi a quantidade de chocolate ingerida e associar ao porte do seu animal (cães pequenos precisam de menor quantidade para se intoxicar quando comparado aos cães de porte médio ou grande). Em seguida observe atentamente o seu pet nos próximos minutos para ver se ele está aparentemente bem ou se está apresentando algum dos sintomas citados acima. Na dúvida, leve-o para um Hospital Veterinário de confiança para a avaliação da situação. Como não há antídotos para reverter a ação da teobromina, é esperado que o Médico Veterinário faça um atendimento emergencial e proponha um tratamento sintomático, baseado nas manifestações clínicas apresentadas pelo pet.

Faça festa! Comemore! Celebre! Mas fique atento com a alimentação do seu cão!

Seu cachorro comeu chocolate?

Não se preocupe, o Hospital Veterinário Rebouças funciona 24 horas para te atender quando for preciso.

Caso queira agendar uma consulta, entre em contato através dos nossos telefones ou nos adicione no whatsApp!

Agendar consultas no Vet Rebouças ficou ainda mais fácil

By | Uncategorized | No Comments

Sim, já é possível agendar consultas, tirar dúvidas, pesquisar valores de uma forma mais rápida e muito simples no Hospital Veterinário Rebouças

(11)96331-5387 para agendar consultas via whats app (11)96331-5387 para agendar consultas via whats app

Agora é possível Agendar consultas via WhatsApp no Vet Rebouças

Utilize o WhatsApp para agendar consultas para seu pet.
Uma tarefa bem simples, veja abaixo o passo a passo:

  • Adicione o número (11)96331-5387 como contato em seu telefone
  • Abra o WhatsApp, vá até a tela de contatos, clique no “botão menu” e pressione “atualizar”.
  • Para agendar consultas, tirar dúvidas, pesquisar valores, simplesmente envie um “whats” para (11)96331-5387 com as informações: 
  • Nome do pet, lembre-se de nos dizer se é um gatinho, um cachorrinho ou um silvestre…
  • Raça do pet
  • Um breve resumo do que está acontecendo com seu bichinho, pois
    assim podemos agilizar o atendimento.
    Se ele(a) estiver com algum problema de saúde ou se desejar até mesmo fazer um check-up uma breve descrição pode ajudar a triagem do atendimento.
  • Aguarde alguns minutos que nossa equipe irá interagir e sugerir a você a data mais próxima e confortável para seu agendar consultas ou tirar suas dúvidas.Nosso atendimento está disponível 24h por dia durante 7 dias da semana, inclusive nos feriados e fins de semana. Toda assistência e tecnologia para o bem estar daqueles que nos fazem sorrir mesmo nos dias mais difíceis!
    Agendar consultas para seu pet via what’s app. O Vet Rebouças há 50 anos é referência em São Paulo e funciona 24h por dia todos os dias da semana. : )

Read More

Como funciona a fisioterapia animal?

By | fisioterapia animal | No Comments

O objetivo da fisioterapia animal é restaurar, manter e promover a melhora da função e aptidão física, bem-estar, e qualidade de vida, quando estes estão relacionados a distúrbios locomotores e de saúde.

Em pequenos animais, inclui-se o tratamento de fisioterapia animal durante sua recuperação após procedimentos cirúrgicos ortopédicos, programas de perda de peso, fortalecimento de grupos musculares específicos e ajuda no controle de condições crônicas ou progressivas.

A ênfase é dada na prevenção ou diminuição dos sinais clínicos, e também na prevenção da progressão das disfunções e limitações funcionais e na incapacidade que pode resultar em algumas doenças, distúrbios, condições ou lesões. (LEVINE, D., 2008).

Um bom plano de reabilitação pode acelerar a recuperação, prevenir danos permanentes e evitar a reincidência do problema.
Após avaliação e determinação de um plano de ação (que pode mudar de acordo com a evolução do caso), o fisioterapeuta dará início ao tratamento. O número de sessões semanais de fisioterapia animal varia de acordo com a patologia e resposta ao tratamento.

Normalmente, em crises agudas, ou pós cirúrgico ortopédico, são realizadas 10 sessões iniciais de fisioterapia animal e depois sessões quinzenais para manutenção. Alguns animais, e algumas patologias, não precisam da manutenção. Para patologias neurológicas não podemos precisar número de sessões.

*Este texto foi escrito por Renata Mosse, médica veterinária responsável pela reabilitação de animais no Hospital Veterinário Rebouças. Graduada em Medicina veterinária pela Universidade Anhembi Morumbi em 2011, pós graduada em fisioterapia animal e reabilitação veterinária pelo IBRA SP e especialista em Canine Rehabilitation pela UNIVERSITY OF TENNESSEE.

Saúde dos olhos: confira as doenças mais comuns em cães

By | oftalmologia | No Comments

Ao contrário do que acontece com os humanos, a visão não é o sentido mais importante para os cachorros. Para eles, o olfato e audição estão na frente. Um cachorro quando nasce consegue identificar sua mãe e seu alimento por meio do olfato, mesmo de olhos fechados, já que demoram cerca de 10 dias para abri-los completamente.

Porém, a visão ajuda e muito os cães a se orientarem, por meio dela, mesmo que sem muitos detalhes, eles conseguem identificar principalmente os movimentos dos objetos e pessoas. Por conta disso, preservar a visão e prevenir de possíveis doenças é algo extremamente importante para a saúde do seu amiguinho.

Identificar os problemas oculares nos cães pode não ser uma das tarefas mais fáceis, por isso é necessário ficar atento. Existem dois tipos de doença, as que são de predisposição hereditária, menos comum nos cães sem raça definida, e as por infecção que podem acometer qualquer animal.

Esbarrar em móveis, andar encostado nas paredes, piscar muito os olhos, ter coceira, manchas ao redor dos olhos, vermelhidão e aversão à luz (fotofobia) são alguns dos indícios que seu cachorro pode ter algum problema de visão. O cachorro que possui doenças oculares também pode ficar irritado ou apático.

A saúde dos olhos é importante, consultar um veterinário pode evitar doenças mais graves (foto: Divulgação)

Leia também

04/06/2020

Mapa do novo endereço – Av. Rebouças, 1615 – Como chegar Hospital Veterinário Rebouças

07/04/2020

Emergência? Hospital Veterinário 24h na Av Rebouças 1615 – NOVO ENDEREÇO

27/03/2018

Chocolate faz mal para cachorro? Sim. Conheça a Teobromina

01/03/2018

Agendar consultas no Vet Rebouças ficou ainda mais fácil

Conjuntivite: assim como nos humanos é caraterizada pela irritação e vermelhidão nos olhos. É mais comum em cães que andam com a cabeça para fora nos carros. A conjuntivite em cães não é contagiosa.

Confira abaixo algumas das doenças que podem atrapalhar a visão do seu pet:

Catarata: se trata da opacificação (esbranquiçamento) do cristalino, uma espécie de tecido que ajuda na capacidade de focalizar as imagens e reproduzi-las na retina. Com o clareamento do tecido, os animais acabam por perder a visão. É uma doença de predisposição genética que atinge raças como: Poodle, Cocker Spaniel, Schnauzer, Golden Retriever e Yorkshire.

Glaucoma: se trata de uma doença relacionada a pressão intraocular, que é a pressão dentro do olho, pode ser primário que é causado pela herança genética de algumas raças, ou secundário que pode estar relacionado a outras doenças do olho.

Atrofia Progressiva de Retina: também de origem hereditária, a APR ou AP, causa a perda de visão por conta da perda de alguns componentes que formam a retina, tecido responsável pela formação da imagem que é traduzida para o cérebro. Ocorre com mais frequência com: Labrador, Sheepdog, Border Collie, Akita, Cocker Spaniel e Schnauzer.

Confira abaixo o vídeo com o oftalmologista veterinário, do Hospital Veterinário Rebouças, Pedro Mancini, falando sobre as doenças oftalmológicas mais comuns em cães.

3 dicas importantes para seu pet não sofrer em momentos de comemoração

By | Uncategorized | No Comments

Comemoração, queima de fogos de artifício e muitas pessoas reunidas… isto parece normal, mas pode significar problema a vista!

É fato dizer que a grande maioria dos pets sente medo nestes momentos de comemorações, muita agitação e principalmente na hora da queima de fogos, por conta da audição apurada que possuem.
Os pets sofrem, se agitam e correm sem destino. É neste período que ocorrem os acidentes.

E como podemos tentar evitar ou amenizar essa sensação ruim?

  1. Evite deixar seu pet sozinho, preso em local que possa produzir ansiedade ou solto em espaço que ele não se sinta protegido e possa fugir, pular ou se machucar.
  2. Tente diminuir este desconforto tampando, com cuidado, os ouvidos com algodão ou protetor auricular.
  3. Tente deixá-lo aconchegante no colo ou na cama que costuma dormir. Existe também uma técnica que está sendo difundida que para alguns animais pode ajudar:
  • Use uma faixa larga de tecido e cruze- a na parte anterior do peito até as costas como se fosse uma coleira peitoral.
  • Faça a mesma coisa com a parte posterior do animal
  • Tome muito cuidado ao amarrar para não gerar desconforto em seu pet.

O mais importante é nos sensibilizarmos de que por mais que queiramos nos divertir, curtir a oportunidade de nos reunir, festejar com familiares e amigos, o nosso pet precisa de atenção. Cuide bem dele!

E qualquer caso de urgência ou se o seu pet está se comportando de forma muito estranha e preocupante, não hesite em trazê-lo ao hospital, você pode contar conosco 24h, inclusive nos feriados!

Converse conosco via WhatsApp pelo número (11) 96331-5387, saiba como

Desejamos um ótimo período de festas para você, seu pet e sua família!

Leia também: 

  1. Equipe VetRebouças
  2. Saiba como agendar consultas via WhatsApp