fbpx
Monthly Archives

agosto 2021

Cuidados com pets idosos!

Por | Blog | No Comments

Você possui um animal idoso? Confira os cuidados essenciais que devem ser tomados com o seu melhor amigo para proporcionar uma vida mais longa e saudável!

O número de pets idosos continua crescendo

Com o avanço da Medicina Veterinária, os pets estão vivendo cada vez mais e, consequentemente, o número de pets idosos está cada vez maior. Durante essa fase da vida, o pet passará por muitas mudanças físicas e comportamentais e é importante que o tutor saiba como melhor atender aos cuidados necessários.

Principais cuidados necessários 

Com o tempo, é comum que os animais desenvolvam problemas articulares como artrose. Logo, é importante que a intensidade dos exercícios realizados seja reduzida para não causar dor e desconforto no animal.

1) Vistas ao veterinário

Animais idosos são mais predispostos a desenvolver diversas doenças degenerativas, sendo importante aumentar a frequência de visitas ao veterinário.

2) Check Ups

Recomenda-se que o tutor leve o pet para check ups a cada 6 meses para garantir o diagnóstico precoce de possíveis alterações, assim aumentando a efetividade do tratamento e impedindo o desenvolvimento de sintomas mais graves.

3) Saúde cognitiva

A saúde cognitiva do pet pode ser comprometida com a idade, logo, também é importante que o tutor mantenha uma rotina consistente, evite mudanças no ambiente em que o animal vive, estimule brincadeiras e tenha muita paciência com o pet.

Realizando todos esses cuidados necessários, é possível proporcionar uma vida longa, confortável e feliz para seu melhor amigo!

Como podemos te ajudar

Ao realizar uma visita a um Médico Veterinário do nosso Hospital Veterinário, você tem o acesso a uma estrutura completa e moderna, somatizada a experiência e a qualidade da nossa equipe de veterinários!

Venha nos conhecer, agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

A Síndrome do braquicefálico

Por | Blog | No Comments

O QUE É A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO

A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO engloba diversas alterações congênitas que comprometem o sistema respiratório dos pets braquicefálicos.

PRINCIPAIS RAÇAS ACOMETIDAS

Os braquicefálicos são caracterizados por possuírem seus focinhos achatados, sendo alguns exemplos as raças Pug, Shih-Tzu e Buldogues.

O QUE CAUSA A SÍNDROME DO BRAQUICEFÁLICO

As principais alterações estão nas estruturas do trato respiratório: as narinas são estreitas, há um prolongamento do palato mole e a traqueia possui tamanho reduzido. Essas alterações reduzem a passagem de ar pelas vias respiratórias, comprometendo a respiração do cão, o que pode causar a má oxigenação dos tecidos e o sufocamento do animal.

TRATAMENTO

O tratamento varia de acordo com o grau das alterações, muitas vezes sendo cirúrgico.

Caso possua um cão braquicefálico e suspeite de que ele possa apresentar as alterações citadas, consulte um médico veterinário do nosso Hovet para a realização do diagnóstico e tratamento adequados.

Conte com a gente para garantir o conforto e saúde do seu pet! Agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

 

Gato Persa – O que você precisa saber!

Por | Blog | No Comments

O Gato Persa é uma das raça de felinos mais populares aqui no Brasil e no mundo. Quando falamos sobre os gatos, é praticamente impossível não lembrar dessa raça tão dócil. Os Persas conquistaram os amantes de animais através da sua boa personalidade, seu comportamento tranquilo e do bom convívio com outros animais, crianças e idosos.

Veja nesse texto, tudo o que você precisa saber de maneira direta sobre essa raça que é muito gentil e uma das mais antigas do mundo!

História e Curiosidades do Gato Persa

Uma raça antiga, originou-se na Pérsia, região atualmente localizada no Irã. Acredita-se que os pelos longos sejam uma mutação natural que foi acontecendo ao longo do tempo. No século XVII, a raça foi levada pela primeira vez à Europa, onde começou a adquirir as características que conhecemos hoje, como o focinho achatado. A raça cresceu em popularidade no século XIX, quando a Rainha Victoria, do Reino Unido, declarou-se uma amante dos Gatos Persas. Atualmente, a raça é mundialmente conhecida!

Comportamento do Gato Persa

São gatos extremamente dóceis e calmos. Adaptam-se bem a famílias com crianças e gostam de colo e atenção. No entanto, podem ser tímidos com visitas e não gostam de ambientes muito agitados. Por conta de sua pelagem e temperamento, não devem ser mantidos em quintais, e sim dentro de casa.

Pelagem do Gato Persa

Possuem pelagem longa e densa, sendo importante a escovação diária para manter os pelos brilhosos e sem embaraçamento. Os Persas são encontrados em uma grande variedade de cores, sendo algumas branco, azul, creme, chocolate e lilás.

Cuidados com o Gato Persa

Por conta de seu focinho achatado e outras características físicas, os Gatos Persas podem sofrer com problemas como:

  • Dificuldade de respirar.
  • Intolerância ao calor.
  • Problemas dentários.
  • Problemas oftalmológicos.
  • Doença renal policística.
  • Entre outras…

Se você está pensando em adquirir um Gato Persa ou quer apenas conhecer mais sobre a raça, procure um Médico Veterinário do Hospital Veterinário Rebouças! Contamos com uma equipe experiente e atualizada para te ajudar a escolher o melhor felino para que você e sua família tenham uma ótima experiência.

Agora estamos em uma nova instalação em um novo endereço: Av. Rebouças, 1615.

🔎Fonte: CatTime